Blog

5 de Abril de 2017

Um encontro para compartilhar conhecimento

Alexandre Schneider, do Grupo Laureate, apresenta customizações avançadas para Learn

Alexandre Schneider, do Grupo Laureate, apresenta customizações avançadas para Learn

Um encontro para promover o senso de comunidade e parceria entre os clientes. O Encontro da Comunidade Blackboard acontece hoje, até as 17h, incentivando a comunicação entre instituições. “Fico extremamente feliz ao perceber que este evento cresce a cada ano”, disse Pavlos Dias, gerente nacional da Blackboard, na abertura da agenda do dia. Um pequeno contratempo com o voo de Katie Blot alterou a programação, que, no entanto, não foi em nada prejudicada. A primeira palestra, de Maurício Ribeiro, apresentou uma nova área do Grupo A: Sucesso do Cliente, que atua em três diferentes frentes, adoção, desenvolvimento e suporte. “Trata-se de um time vertical, que inclui pessoas de diferentes unidades para que o Grupo A mantenha um ciclo contínuo de acompanhamento do cliente semestre após semestre”, explicou Ribeiro. Já Gabriel Cavalcante reforçou que a área de Sucesso do Cliente dá uma capacidade maior para atender ao cliente e as suas necessidades de forma integral.

Níveis diferentes de maturidade de uso das ferramentas Blackboard

  Dois clientes de longa data da Blackboard apresentaram suas customizações das ferramentas, demonstrando a capacidade de adaptação que a solução possui. Alexandre Schneider, do Grupo Laureate – cliente desde 2005 –, diz que um dos objetivos do investimento em personalização é mostrar para o aluno que ele não está sozinho. “Antes de pensarmos em melhorias, nos questionamos sobre o que é melhor para os diferentes perfis de alunos que possuímos em nossas instituições, para então tentarmos solucionar suas dificuldades. “, contou Schneider sobre a importância da fase de planejamento. No Grupo Educacional Cruzeiro do Sul, cliente Blackboard desde 2003, o foco é gerar o senso de pertencimento em toda a comunidade acadêmica. “Envolver as equipes também gera o pertencimento de cada um na construção do coletivo”, explicou Marcos Ota, coordenador do núcleo de produção e desenvolvimento de materiais didáticos na Cruzeiro do Sul Virtual. Finalizando a manhã, Alberto Maixner, engenheiro de Soluções da Blackboard Internacional, apresentou a aprendizagem baseada em competências, uma transposição do modelo tradicional de sala de aula em prol de uma estrutura que crie flexibilidade. “A aprendizagem baseada em competências aumenta a empregabilidade, dá mais clareza sobre o conhecimento do aluno em um conjunto de competências e é mais flexível, além de inclusiva, já que pode ter menor custo para o estudante”, apresentou Maixner. Após a pausa para o almoço, o Encontro da Comunidade Blackboard continua, a partir das 13h45.